/ Agenda

outubro

29

Potros da Liberdade
Local: Tattersal do cavalo Crioulo
Horário: 21:00:00
Raça: Cavalo Crioulo
Entre os dias: 29-10-2017 / 29-10-2017
Canal Rural
Compartilhe esta postagem:

13509133_972966706157127_4198474072223085505_n

 

Os laços que fizeram a Liberdade

O homem era laçador e queria cavalos buenos de pata e laço, que chegassem no boi. Mas esse é apenas o início da história, porque cavalo bom é mais que isso: é musculatura, velocidade, temperamento, aprumos corretos, lombos firmes, garupas potentes. Evaldo Rosa sempre gostou de laçar. Sempre gostou de cavalos. Mas de oito anos pra cá, desde que ergueu em Rolante a Cabanha Liberdade, se abriu a cancha para fazer do cavalo crioulo bem mais do que um flete bem chairado de pata e boca. A seleção da Liberdade partiu em busca do cavalo integral.

E foi pinçando as matrizes mais consistentes: Graciosa, Famosa, Jocasta, Entrosada, uma grande campeã da Expointer, outra campeã do Freio de Ouro. Chegou um pai ainda jovem, chamado Suprema Atropelo. A cabanha investiu em cotas dos consagrados Guapo e Comediante. Se ouviu muita gente, se percorreu lugares em busca de genética e aprendizado.

Sempre houve o respeito aos selecionadores que, com o tempo, fizeram os melhores exemplares da raça crioula. E foi se buscando os produtos dessa seleção, jogando com a alquimia dos cruzamentos, sabendo que nada é exato mas que tudo tem que ser feito para dar certo. Estão aí os primeiros produtos de Atropelo, promessas vivas de encher os olhos. E nesses campos de Rolante, onde predomina o varzedo, pequenas obras primas de repente deixam o ventre da mãe e desabrocham no pasto. Um deles tem o pelo gateado, veio de Guapo com a bela Jocasta. E assim, nessa manada que se multiplica, fazem sentido palavras como trabalho, investimento, aprendizado diário. Esse trabalho, investimento e aprendizado estão neste remate, expressados na exuberância de Atropelo, nos ventres de exceção, na promessa dos potros. Trazem no sangue um pouco do melhor que foi selecionado até hoje na Raça Crioula. Na Liberdade, se respeita todo esse trabalho feito anos a fio por gente campeira e sábia que selecionou esses exemplares. E se vai em frente, tentando multiplicar tudo isso em qualidade, beleza, função, selo racial e temperamento. E assim a Liberdade respeita o passado e ata laços com o futuro.

 

Site: http: http://estanciadaliberdade.com.br/site/

 

Facebook: https://www.facebook.com/LeilaoLiberdade/